Pedágio aumentará 11,5% em SP

a próxima terça-feira, 1º de julho, os pedágios das rodovias concedidas do Estado de São Paulo serão reajustados de acordo com o IGP-M acumulado entre junho de 2007 e maio de 2008 conforme previsto nos editais de concessões. Nesse período o índice, calculado pela Fundação Getúlio Vargas, ficou em 11,52548%. O reajuste é aplicado sobre a tarifa quilométrica dos pedágios, base tarifária igual para todas as rodovias concedidas do Estado (exceto Rodoanel) que varia de acordo com o tipo de pista.

A partir de 0 hora do dia 1°, a tarifa das pistas simples passará de R$ 0,077078 por quilômetro para R$ 0,085962; das pistas duplas de R$ 0,107910 para R$ 0,120347; e dos sistemas de R$ 0,123325 para R$ 0,137538. Cada praça de pedágio efetua a cobrança de determinado trecho rodoviário (em quilômetros) denominado TCP – Trecho de Cobertura do Pedágio que é multiplicado pelo valor da tarifa quilométrica.

O resultado do cálculo, realizado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de são Paulo) de acordo com os contratos de concessões, é arredondado na segunda casa decimal. Assim, entre 0,01 e 0,049, ajusta-se o valor para baixo; entre 0,05 e 0,09, ajusta-se para cima. Os novos valores das praças de pedágios das rodovias podem ser consultados no site da Artesp, clicando AQUI.

Fonte: AutoZ

1 Comment on "Pedágio aumentará 11,5% em SP"

  1. Estou muito triste. Gostaria de fazer um movimento quebra-tudo a respeito disso porque estamos falando de muito, muito dinheiro… dinheiro que seria suficiente não para manutenção, mas para construção de novas rodovias. A matéria comentou bem: “tarifa kilométrica”. O volume de arrecadação é realmente um abuso, sem contar radares: Tem um perto de MOGI que fatura mais que muita empresa de porte, R$ 180.000.000,00 por ano. É brincadeira povo tupiniquim??? Distribuição de renda? Tá bom, conta outra!

Comente este artigo

Seu email é obrigatório, mas não será mostrado.


*